Esqui e Snowboard no Estado de Washington

Esqui e Snowboard no Estado de Washington

O inverno está batendo na porta aqui no hemisfério norte! A neve já começou a cair das montanhas e nós estamos como? Doidinhos para radicalizar! :P

via GIPHY

Se você está vindo para Seattle a turismo e quer se aventurar nas montanhas; ou se mora aqui, porém ainda não teve a chance de fazer esportes de neve, preparei algumas dicas e informações sobre as estações de esqui do Estado de Washington.

Vou começar pelas dicas e depois explicarei sobre as estações. Vamos lá?


Dicas para Esquiar ou Fazer Snowboard no Estado de Washington

1. Aulas

Se você não tem nenhuma experiência, invista em aulas de esqui/snowboard, mesmo que planeje passar apenas um dia na montanha. Os esportes de neve são difíceis e exigem técnica – não tem como se divertir se você não conseguir ficar em pé! Sem falar que cair dói a bunda!

Todas as estações oferecem aulas para crianças e adultos de diversos níveis. Dá para comprar aulas avulsas ou pacotes.

2. Equipamentos

Para os iniciantes, também é importante pensar no equipamento. Nas estações, é possível alugar os esquis, pranchas, botas e capacetes. Em Crystal Mountain (detalhes na sequência), eles também alugam calças e casacos! O valor varia de estação para estação, mas é bem mais barato do que comprar. Além disso, eles oferecem desconto no aluguel de equipamento para quem contrata as aulas.

3. Roupas e Acessórios

Além do equipamento que citei acima, é importante usar as roupas e acessórios adequados. Importante: NÃO USE COTTON. Esse tecido não é apropriado para esportes no frio, pois demora muito para secar.

São necessárias 3 camadas de roupas. Vou citar o básico, já que as minhas dicas são para quem está começando. Com o tempo, você vai descobrir as suas preferências e pode começar a testar outros tecidos, acessórios, etc.

Camada 1: calça e camisa de mangas compridas tipo segunda pele e meias de lã bem grossas!

Camada 2: essa camada é basicamente uma blusa de mangas compridas que deve ficar coladinha no corpo (sem limitar os movimentos). O material indicado é o fleece ou polar, feito de fibra sintética e bem quentinho.

Camada 3 : essa é a camada exterior – calça e casacos de neve impermeáveis. A função é isolar a chuva, neve e o vento. Geralmente essas roupas são caras – por isso, para quem está aprendendo, alugar pode ser uma boa ideia.

Acessórios: luvas impermeáveis, óculos para esportes de neve, cachecol de fleece.

Dica: se, assim como eu, você for petite (eu tenho 1.58m de altura e 52kg), vale a pena dar uma olhada na seção infantil das lojas de equipamentos esportivos. Minhas calças de neve (para 14 anos) foram bem mais baratas do que as de adulto. ;) 

Se você quiser mais detalhes sobre o que vestir, o blog Eu Ando Pelo Mundo tem um post completinho com dicas.

4. Temporada de Esqui

Geralmente, as estações de esqui do estado de Washington abrem no final de novembro (no feriado de Thanksgiving). Porém, tudo depende do volume de neve. O mesmo serve para as datas de fechamento, que normalmente ocorrem em abril. Por isso, é importante dar uma olhadas nos sites antes de planejar sua visita.

5. Tipos de Descidas/Trilhas

– Verdes: essas são as descidas para iniciantes. Elas possuem menos inclinação, são mais largas e normalmente mais curtas.

A vantagem das descidas verdes é que todo mundo está aprendendo, ou seja, o povo tem mais paciência com os “atrapalhados”, sabe? Cair na hora de descer do lift é super normal, por exemplo!

Eu usei apenas as descidas verdes por uns 3 anos, hahahaha. Até hoje, quando estou cansada, opto por elas.

– Azuis: são as descidas intermediárias. As descidas azuis possuem trechos mais íngremes e estreitos, além de serem mais longas do que as verdes. Os usuários delas são mais experientes, por isso pegam bem mais velocidade (o que é um pouco assustador no início). Sugiro partir para a azul depois que você estiver bem seguro.

– Pretas: as pretas são as mais difíceis – super íngremes e estreitas! Algumas estações de esqui dividem as descidas pretas em outras categorias: diamond, double diamond, triple diamond … conforme o nível de dificuldade vai aumentando.

Dica: as estações de esqui oferecem mapas das descidas e possuem painéis indicando quais estão abertas. Estude o mapa antes de começar a descer, para não correr o risco de cair em uma preta e ter que descê-la todinha!


Estações de Esqui no Estado de Washington

Crystal Mountain

Essa é a maior estação de esqui do estado! Fica bem pertinho do Mt Rainier National Park, a aproximadamente 2 horas de Seattle. As paisagens são de cair no queixo. Amo muito esse lugar, gente!

A super vantagem de Crystal é que eles possuem uma gôndola, acessível também para quem está lá só a passeio e não quer esquiar. No pico, tem um restaurante bem gostoso e, nos dias abertos, dá para ver o Mt Rainier bem lindão. É muito incrível! Expliquei tudinho nesse post.

Crystal possui 57 descidas demarcadas, sendo 6 para iniciantes (verdes), 31 para nível intermediário (azuis) e 20 para níveis avançados (pretas).

Como chegar lá: caso você não tenha carro 4×4 (ou está aqui a passeio e prefere não alugar), sugiro pegar o shuttle. Nesse link estão as informações.

No site de Crystal Mountain, você encontrará informações sobre o início da temporada, valores, aulas, aluguel de equipamentos, calça e casaco de neve, horários de funcionamento, opções de restaurantes hospedagem.

Stevens Pass

Stevens Pass à noite – foto: Flavia Koetz (Insta: @flaviakoetz)

Essa é a segunda maior estação de esqui de Washington. Fica na Highway 2, estrada linda que atravessa a cadeia de Montanhas Cascade em direção ao leste do estado, a aproximadamente uma hora e meia de Seattle. Eu nunca fiz snowboard lá, mas conheço muitas pessoas que adoram.

A vantagem de Stevens é que as descidas são iluminadas e a estação fica aberta à noite, então você pode esquiar por mais horas, se comparado com Crystal. Como no inverno os dias são curtos, isso faz bastante diferença (principalmente se você não é do tipo que quer chegar bem cedinho na montanha).

Além disso, por ficar pertinho de Leavenworth (cidade fofa e super turística), Stevens conta com mais opções de hospedagem.

Como chegar lá: Stevens também oferece shuttle, caso você não tenha carro 4×4 ou prefere não alugar. Nesse link estão as informações.

No site de Stevens Pass você encontrará informações sobre o início da temporada, valores, aulas, horários de funcionamento, opções de restaurantes e hospedagem.

Summit at Snoqualmie

Summit at Snoqualmie é menor do que Crystal e Stevens. Mas, para quem está começando, pode ser uma ótima opção, pois os valores são mais acessíveis. Além disso, a estação fica a apenas 45 minutos de Seattle!

Eu diria que essa é a opção mais family friendly. Além da viagem ser menos cansativa, eles oferecem snow tubbing. Fazer snow tubbing é basicamente sentar em uma bóia e ser empurrado para descer a colina coberta de neve. A criançada adora!

Snow Tubbing em Snoqualmie – foto: Flavia Amaral
Snow Tubbing em Snoqualmie – foto: Flavia Amaral
Snow Tubbing em Snoqualmie – foto: Adri Raduenz (Insta: @aradu)

No site Summit at Snoqualmie você encontrará informações sobre o início da temporada, valores, aulas, horários de funcionamento, opções de restaurantes e hospedagem.

Mt Baker Ski Area

Essa estação de esqui é a mais distante de Seattle – fica a aproximadamente 3 horas de carro. Eu só estive no Mt Baker no verão para fazer trilhas, por isso nunca usei a estação de esqui.

Mt Baker Ski Area é famosa por receber o maior volume de neve do estado! Porém, como é mais remota, possui pouca infraestrutura turística e acaba sendo mais visitada por quem mora na região.

Aqui está o site com mais informações.

E você, curte esportes de neve? Está planejando conhecer alguma estação aqui do estado? Conta pra mim!

4 thoughts on “Esqui e Snowboard no Estado de Washington

  1. Parabéns pela roteiro, bastante prático. Sabia que em São Roque perto de São Paulo existe o http://www.skipark.com.br/parque onde existe a prática do esqui artificial, parecida com o da neve, no Ski Mountain Park, é possível aprender a esquiar.
    A pista é de placas de polietileno, e a tecnologia foi trazida de outros Países da Europa. Abçs!

  2. Adorei as dicas!! Parabéns!! Estou indo este mês para Seattle, quero esquiar. Sabe me dizer que a terceira camada de roupas conseguimos alugar nas estações ou será necessário comprar e se tivermos que comprar indica alguma loja que seja mais barata e de boa qualidade?

    1. Oi Ludmilla! Muito obrigada, fico feliz que você gostou.
      Em Crystal Mountain eles alugam sim a terceira camada. Essa é a minha estação de esqui preferida! :D

      1. Oi Ludmilla! Muito obrigada, fico feliz que você gostou.
        Em Crystal Mountain eles alugam sim a terceira camada. Essa é a minha estação de esqui preferida! :D

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.