Islândia – 5 Dicas para Ver a Aurora Boreal

Islândia – 5 Dicas para Ver a Aurora Boreal

Conforme contei no post anterior, nós vimos uma super Aurora na Islândia – dessas bem fortes e que duram um tempão. Sem dúvida foi um bônus para deixar a viagem melhor do que já estava.

Claro que tivemos sorte (são diversos fatores envolvidos), mas também seguimos  o “bê-à-bá da Aurora”, o que com certeza aumentou as nossas chances. E não é que deu certo?

Dicas para Ver a Aurora Boreal

5 Dicas Para Ver a Aurora Boreal na Islândia

1. Escolha a época certa

A melhor época para ver a Aurora é de setembro a março. Além da incidência ser maior nesse período, os dias são mais curtos e as noites mais longas.

Obviamente, se você for no auge do inverno (novembro, dezembro, janeiro), terá muito mais horas de escuridão – em dezembro, por exemplo, o sol nasce depois das 11h e se põe às 15hh30! Porém, essa é uma época em que chove muito, o que impossibilita ver o fenômeno.

Por isso, dizem que final de setembro e início de outubro são as melhores épocas. Os dias não estão tão curtos, mas o tempo está um pouco melhor.

2. Evite a lua cheia

Esse é um fator que eu aprendi por experiência, hahaha. Em 2014, estivemos em Fairbanks, no Alaska, com o objetivo de ver a Aurora Boreal. Fomos em outubro, época perfeita! Porém, a lua estava cheia (super cheia e brilhosa), parecia que tinha um mega holofote no céu.

Segundo as nossas pesquisas, naquela noite teve Aurora sim (na verdade, nós vimos um pouquinho dela – tipo uns 30 segundos, hahahah), mas a claridade da lua dificultou muito. Imagino que teríamos visto por mais tempo e mais forte se o céu não estivesse tão iluminado. 

Por isso, se possível, olhe as fases da lua no seu calendário e marque a viagem para a lua nova.

3. Quanto mais noites disponíveis, melhor

Cálculo de estatística simples – quanto mais noites você passar lá, mais chances terá de encontrar a combinação perfeita para ver a Aurora: sem lua, céu limpo e, é claro, a “danada” tem que aparecer.

4. Afaste-se da cidade

Sim, a Islandia é um país remoto e as suas cidades são pequenas. Mesmo assim, é importante se afastar de qualquer luz que atrapalhe a visibilidade do céu. Quanto mais escuridão, melhor!

O bom é que lá não precisa dirigir muito para ficar completamente isolado. :P

5. Use um aplicativo

Por fim, tire vantagem das tecnologias disponíveis! Lembre-se: não adianta fazer nada que citei acima se a incidência de ventos solares estiver baixa naquela noite (não entendo nada de física, ok?).

Para acompanhar a “previsão da Aurora”, sugiro usar esse aplicativo – My Aurora Forecast. Ele mostra o mapa dos locais com incidência, intensidade, horários, etc. Foi usado e aprovado pela nossa turma!

Vale salientar que, mesmo com todos os fatores 100% alinhados, talvez você não veja a Aurora (porque a natureza é assim mesmo, né?). Porém, a Islândia é incrível de qualquer jeito – esse é só um bônus!

One thought on “Islândia – 5 Dicas para Ver a Aurora Boreal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.