Dicas para Fazer Snowshoe perto de Seattle

Eu já contei aqui no blog que a região de Seattle é super bacana para quem gosta de fazer atividades outdoor. A primavera e o verão são perfeitos para fazer trilhas, o inverno é ótimo para quem curte esportes de neve e as paisagens são de cair o queixo (ah, as paisagens!).

Falando em neve, trilhas, atividades outdoor e queixo caído, você já ouviu falar em snowshoe? :P

Snowshoe é uma raquete de neve. O acessório funciona tipo uma “mini prancha” que é acoplada nas botas para caminhar (advinha aonde?) na neve. As raquetes distribuem o peso, assim o pé não afunda completamente em cada pisada. Super legal, simples e efetivo.

Snowshoe perto de Seattle

Eu sou novata no assunto! Fiz snowshoe pela primeira vez há 15 dias e adorei. Por isso, as minhas dicas são para quem está começando também. Vamos lá?

7 Dicas para Fazer Snowshoe

1) Antes de ir

Antes de sair de casa, informe-se, prepare-se, veja a previsão do tempo e seja cauteloso! Caminhar na neve significa que não haverá uma trilha e o esforço físico será bem maior.

Aliás, é importante salientar que alguns hikes que no verão são considerados fáceis, tornam-se bem perigosos no inverno. O motivo? As avalanches.

Além das avalanches, há outros riscos que devem ser considerados: ficar preso em um tree well (buracos que se formam em volta das árvores e ficam escondidos embaixo da neve), lagos congelados e mudança brusca no tempo (tempestade de neve, ventos fortes, etc).

No site do WTA você encontrará as principais informações sobre a trilha escolhida. Exemplo na imagem abaixo:

Ou seja, tudo explicadinho: localização com link para o mapa, distância, elevação e tipo de passe que você precisa (explicarei na sequência). Veja que há um aviso bem grande sobre o risco de avalanche no Snow Lake. Fique ligado nas informações!

Leia também os trip reports, que estarão na parte inferior da página (basta rolar a barra lateral). Lá você encontrará relatos de pessoas que estiveram no local recentemente. Sempre tem muitas dicas úteis!

2) Aluguel de snowshoes

Bem, obviamente você pode comprar um par de snowshoes se preferir. Porém, como o preço é um pouco salgado, sugiro começar alugando mesmo. Se você pegar o gosto, vale a pena o investimento da compra!

A REI aluga snowshoes e é super fácil. Não precisa ser membro, mas se você for, terá desconto.

Informações:

* Quanto: quando aluguei, o valor para membro estava $24 (1 diária).
* Onde: lista de lojas da REI que alugam snowshoe.
* Dica: antes de ir na REI, ligue para saber se ainda há snowshoes disponíveis (nos finais de semana de sol, eles terminam rapidinho). Pergunte também se aquela loja faz reservas.

3) Roupas

Snowshoe perto de Seattle

Como em qualquer outro esporte de neve, você precisa usar as roupas adequadas para fazer snowshoe. Lembre-se que você estará nas montanhas, onde a temperatura é negativa no inverno. Leve “camadas” para tirar e botar quando necessário e NÃO USE COTTON. Este tecido demora muito para secar, caso você transpire ou se molhe, a roupa ficará úmida e o risco de hipotermia é grande.

* Calças de hiking ou de esqui
* Camiseta de mangas compridas
* Blusa de mangas compridas
* Casaco bem quente
* Gorro
* Luvas
* Cachecol
* Botas de hiking (impermeáveis)
* Meias grossas
* Perneiras de neve (gaiters)

4) O que levar na mochila

Fazer a mochila corretamente é super importante para a sua segurança.

Leve comida e muita água. Dependendo do tempo de passeio, é preciso 3 litros de água por pessoa. Sugiro levar sanduíches e alguns lanches (barrinha de cereal, castanhas, frutas secas, etc).

Não esqueça do mapa e, se não estiver 100% seguro, não arrisque. O ideal é fazer snowshoe com pessoas que já estão acostumadas.

Outros itens essenciais: proteção solar (óculos de sol e filtro solar), roupas extras (casaco de chuva e camadas de roupa para o frio), lanterna, itens de primeiros socorros, fósforo à prova d’água ou isqueiro, canivete suíço, abrigo de emergência (manta térmica ou saco de lixo).

5) Preparo físico

Tudo depende do local onde você fará snowshoe. Quanto mais longo e íngreme, mais difícil será.

Ter o mínimo de condicionamento é necessário, já que você vai caminhar na neve fofa (imagine-se caminhando na areia fofa por horas). Sugiro começar aos pouquinhos e ir aumentando a distância com o tempo.

Snowshoe perto de Seattle

Eu e as amigas “pilateiras” trabalhando o core! hahaha

6) Onde fazer

Eu comecei pelo mais fácil de popular de todos: Gold Creek, em Snoqualmie Pass, a aproximadamente 50 minutos de Seattle. Sem dúvida é perfeito para os iniciantes.

Mas há muitas opções. Você pode dar uma olhada no site do WTA (Washigton Trails Association) ou até comprar este livro com sugestões de rotas para snowshoe.

Snowshoe perto de Seattle

Gold Greek Pond Trail

Snowshoe perto de Seattle

7) Passes (ou permits

Para estacionar em qualquer início de trilha aqui em Washington é preciso ter um passe (salvo algumas exceções). Nós compramos os passes anuais, que são o melhor negócio para quem faz hikings com frequência. Conforme mencionei acima, no site do WTA você encontrará mais informações sobre o tipo de passe que precisa em cada local.

Lista de passes:

* Parques NacionaisNational Park Permit: $25 para 7 dias/ $50 por ano (para 1 parque)/ $80 por ano para todos os parques do país com o passe America the Beautiful.
* Florestas EstaduaisNorthwest Forrest Pass: $5 para 1 dia/ $30 por ano (o America the Beautiful, que citei acima, também vale nesse caso).
* Áreas Públicas EstaduaisDiscovery Pass: $10 para 1 dia/ $30 por ano
* Áreas Públicas no InvernoWashington Snow-Parks: $20 por dia/ $40 para todo o inverno (se você comprar o passe de 1 dia, terá que ter também o Discovery Pass, item acima).

Pronto para se aventurar por aí? Se ficar com qualquer dúvida, é só deixar um comentário.

Posts Relacionados

LEAVE A COMMENT

Reserve seu Hotel



Booking.com

Guias em Seattle

Categorias

Sobre a Blogueira

Camila Picolli

Sou Camila Picolli, publicitária, gaúcha e moro em Seattle desde 2011...mais →

Mila no Instagram