Yellowstone – Planejamento de viagem

Viajar para o Yellowstone é uma aventura complexa. São muitas coisas para pensar: época do ano mais adequada, tipo de hospedagem, melhor meio de transporte, o que levar, onde comer, etc.

Neste guia, eu explico coisas que funcionaram na nossa viagem e que podem ajudar no seu planejamento também.


Yellowstone – Planejamento de viagem

Quanto tempo ficar
Esta é a parte mais difícil de sugerir! Nós passamos 2 dias* no parque e conseguimos ver tudo que estava na nossa lista. Queremos voltar pra ver mais? Sim! Se tivéssemos ficado 3 ou 4 dias, teríamos adicionado mais trilhas. Além disso, se você passar mais tempo lá, as chances de pegar dias de sol aumentam. Este é um fator importante, pois as cores das piscinas termais ficam mais vibrantes quando tem sol.

Parque Nacional Yellowstone-103

Olhem a cor dessa água! E nem tinha sol.

* Aqui você encontra o nosso Roteiro de 2 Dias em Yellowstone.


Quando ir
O melhor período é de junho a setembro – primavera e verão. Devido a altitude, que em algumas áreas chega a 3.400 metros, a temperatura é amena até mesmo no verão. No geral, as máximas chegam a 22 graus nos dias mais quentes. Além disso, no inverno, muitas estradas e hotéis fecham por causa da neve, o que limita bastante os passeios. Sem contar que os ursos estão hibernando.

Parque Nacional Yellowstone-32

Urso bem acordadinho na primavera <3


Hospedagem

1) Fora do parque –  as melhores opções são as cidades próximas das entradas do Yellowstone:

* Cody, Wyoming – entrada leste
* Cooke City and Silver Gate, MT – entrada noroeste
* Gardiner, Montana – entrada norte
* Island Park, ID – entrada oeste
* Jackson Hole, Wyoming – entrada sul
* Livingston, MT – entrada norte
* West Yellowstone, Montana – entrada oeste

Nós ficamos em West Yellowstone e fizemos glamping num lugar chamado Yellowstone Under Canvas. Foi uma experiência maravilhosa. Para quem não está familiarizado, glamping é um “acampamento de luxo”.

2016-06-10 Yellowstone-50

Yellowstone Under Canvas

Em resumo, o lado “camping” são as barracas sem eletricidade (mas com lanternas), a ausência de asfalto, concreto e wifi e os banheiros compartilhados (super simples, mas com luz e água quente). Já a parte “luxo”, são as camas king e fogões a lenha dentro da barraca, as toalhas limpas e a recepção com cafezinho. Eu amei!

2016-06-10 Yellowstone-52

Yellowstone Under Canvas

Diferente de um camping convencional, não é preciso levar nada para o acampamento (como em um hotel, por exemplo). Eles oferecem os lampiões, toalhas e até repelentes. Nós ficamos na barraca mais simples. Algumas são maiores e têm até banheira!

Curiosidade: é proibido levar qualquer tipo de alimento para as barracas, para não atrair ursos. Segundo os funcionários do camping, até hoje nenhum urso chegou naquela área. Mesmo assim é importante ter cuidado extremo.

A localização era ótima. Eu SUPER recomendo ficar lá. Para quem se interessou, aqui está o site (nós fizemos a reserva pela Expedia).

2) Dentro do parque – No Yellowstone existem 9  hotéis** e 12 campings.  Se você for aventureiro e corajoso, pode acampar em algumas áreas fora dos campings, conhecidas como “backcountry” (mas tem que ter permissão).

Mesmo ficando dentro do parque, é preciso ter carro para explorar as atrações (são mais de 700km de estradas). De qualquer forma, quem está hospedado no Yellowstone ganha tempo e fica mais próximo da vida selvagem. Veados e bisões são muito comuns, mesmo nas áreas mais “civilizadas”.

Parque Nacional Yellowstone-20

Veadinhos curtindo o jardim do Mammoth Hot Springs Hotel

** Link com informações de hotéis dentro do parque.


Fazendo a mala
Nós fomos no final da primavera e estava “friozinho”. A média de temperatura durante a noite era de 5 graus e durante o dia de 15. Mas temperatura é muito relativo, né? Quando fazia sol, esquentava um pouco. Já na sombra e no vento, ficava frio. O ideal é usar camadas: camiseta, blusa de mangas compridas, casaco leve, casaco quente. As roupas devem ser confortáveis e o calçado ideal é tênis.

Os roteiros de Yellowstone envolvem bastante caminhada (média de 8 a 10km por dia) e muita exposição ao sol. Por isso, é importante levar uma mochila pequena com água, protetor solar, boné ou chapéu e óculos de sol.

Mammoth Hot Springs

Look “Yellowstone durante o dia” :P


Transporte

1) Para chegar – Existem algumas opções de aeroportos que servem o parque. O mais próximo é o West Yellowstone Regional Airport, que funciona de junho a setembro. Fica a menos de 5 km da entrada oeste. Além deste, outros mais próximos são:
– Jackson, Wyoming (JAC) – 80km da entrada sul do parque.
– Bozeman, Montana(BZN) – 140km da entrada norte do parque, ou 135km da entrada oeste.
– Cody, Wyoming (COD) – 90km da entrada leste do parque

Pesquisei bastante e a minha recomendação é o Montana Gallatin Field Airport (BZN) e o Yellowstone Regional Airport (COD). Estes aeroportos geralmente têm um bom equilíbrio entre os preços dos bilhetes e a distância do parque. Além disso, dizem que a estrada é muito bonita.

Dica: O ideal é reservar um hotel que seja na mesma região do aeroporto. Por exemplo, se você chegar pelo aeroporto de Cody, escolha um hotel que também seja próximo da entrada leste do parque. 

2) Para passear no parque
Conforme falei anteriormente, o parque é enorme. Tudo lá é feito de carro (ou trailer). Se você for de avião, a dica é alugar um carro e pegar no aeroporto mesmo.

Nós fomos de Seattle para Yellowstone dirigindo. Passamos por 5 estados e rodamos 3.200 km. Foi lindo! Vou contar sobre o nosso roteiro em outro post.

As paisagens eram lindas. Valeu cada km rodado.

As paisagens eram incríveis. Valeu cada km rodado.


Onde comer
O parque tem alguns restaurantes e cafés (nos hotéis), mas normalmente eles têm fila e são distantes. Leve bastante comida e água no carro, para não correr o risco de ficar com muita fome e estragar o passeio.

Nós não queríamos perder muito tempo nos restaurantes, então, durante o dia, comíamos lanches.

Na primeira noite, jantamos em um restaurante chamado Bar N Ranch. Era bem gostoso e super perto do nosso glamping. Provamos carne de bisão e achamos boa (mas não maravilhosa, haha). Nas outras duas noites jantamos no McDonald’s de West Yellowstone. Ficava entre o parque e o camping, tinha wifi e era uma das opções mais baratas. Podia ser melhor?


Informações úteis

* A estrutura do parque é ótima. Todas as atrações possuem trajetos demarcados e são super seguras. Lembre-se que o Yellowstone é um super vulcão: se as regras de segurança não forem cumpridas, tragédias podem acontecer. Em 2016 um rapaz caiu num gêiser e nunca mais foi encontrado.
* As estradas são perfeitas. Fique atento, muitos bisões e veados caminham nas rodovias. Ninguém quer se machucar ou machucar um animal, né?
* Existem várias regras para respeitar a vida selvagem e explorar o parque com segurança. Não chegue perto de nenhum animal (por mais dócil que pareça) e preste a atenção nos avisos. Uma das trilhas que queríamos fazer estava fechada por causa de ursos.
* Nos locais mais populares sempre encontramos banheiros.
* O sinal de telefone não é muito bom no parque. Por isso, a internet também não funciona. Dizem que é possível conectar no wifi dos hotéis (pagando). Eu tentei no Old Faithful as redes não apareceram para mim.
* Existem 5 postos de gasolina no Yellowstone (funcionam apenas na primavera e no verão). Mas lembre-se: as atrações são distantes, não espere o tanque esvaziar para abastecer. Nunca se sabe qual será a próxima oportunidade, né?

LEAVE A COMMENT

Reserve seu Hotel



Booking.com

Guias em Seattle

Categorias

Sobre a Blogueira

Camila Picolli

Sou Camila Picolli, publicitária, gaúcha e moro em Seattle desde 2011...mais →

Mila no Instagram